Nouveautés

carre gris Le fabuleux voyage de Tromblon

carre gris Blanche et la dragonne

carre gris Melvin

carre gris Le roi sans couronne

Traducteur

Bonus

J'aime

Moyenne : 1.5/5 (20 votes)

Recommander à un ami Recommander à un ami


Pour recommander ce texte, merci de compléter ce formulaire.
Tous les champs sont obligatoires









AddInto

Outils

O pequeno gorila que não gostava de bananas

Singe

Era uma vez um pequeno gorila que não gostava de bananas. É bem complicado, para um macaco, não gostar de bananas.
A sua mãe já tinha experimentado de tudo um pouco: bananas flambeadas, suflé de bananas, doce e bananas, bananas em papelotes, tartes de banana, folhados de banana, banana split, sorvetes de banana… Não havia nada a fazer: o pequeno gorila recusava-se a comer bananas.
Desesperada, a mãe gorila decidiu procurar o feiticeiro dos macacos, o velho Orangotango que morava nos confins da floresta.
O velho feiticeiro Orangotango pedira então que lhe trouxessem o jovem gorila numa noite de lua cheia. Durante toda a noite, auxiliado pelo seu aprendiz, o jovem Uistiti, o feiticeiro Orangotango utilizou todo o seu saber: danças, cantigas, pinturas, decocções. Invocou todos os deuses dos macacos e até os outros deuses. Ao raiar do sol, já cansado, mandou chamar os pais de pequeno gorila e disse-lhes:
“Amanhã, levarão o vosso filho até ao enorme rochedo amarelo que fica no centro do rio Outabanana. Deverá permanecer aí, sozinho, durante três dias e três noites, sem comer nem beber. O vosso filho ficará então curado.”
Os pais do pequeno gorila fizeram o que o feiticeiro dos macacos dissera.
O jovem gorila permaneceu três dias e três noites, sozinho, num rochedo na berma do rio Outabanana.
Na manhã do quarto dia, os pais foram buscar o seu filhote. De tão contente que estava, o pequeno gorila saltou para os braços da mãe e, quando a mamã gorila lhe propôs uma refeição a base de bananas, este devorou-as todas!


Copyright © 2006, © 2013 - La tête dans les mots